O melhor do conteúdo nerd só Aquí.

Autor Tópico: Para Rockstar, um GTA 6 hoje em dia irritaria muita gente  (Lida 76 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Somerhalder

Especialista
Online
  • *
  • I7-3770 3.4GHZ, 8MB

  • Posts: 9082
  • Agradecimentos: 660
Para Rockstar, um GTA 6 hoje em dia irritaria muita gente
« Online: 31 de Outubro de 2018, 23:21 »

Para Rockstar, um GTA 6 hoje em dia irritaria muita gente



https://i.imgur.com/kLQzcp8.jpg
Para um bom número de pessoas, a série Grand Theft Auto sempre se resumiu a uma enorme caixa de areia onde elas costumam passar horas e mais horas tentando causar o maior caos possível. Porém, para a Rockstar a franquia sempre serviu como uma forma de fazer duras críticas tanto ao famoso american way of life quanto à política norte americana, mas curiosamente esse é um vespeiro em que atualmente a desenvolvedora comemora não ter que colocar a mão.





Passe o mouse para ampliar

Ao conceder uma entrevista ao site GQ, o cofundador da Rockstar disse estar contente por o próximo lançamento da empresa ser o Red Dead Redemption 2, já que no atual cenário lançar um Grand Theft Auto VI poderia causar a ira de muitas pessoas. Aspas para Dan Houser:

Citar
“É realmente incerto o que faríamos com ele [GTA VI], sem falar no quanto as pessoas ficariam chateadas com o que quer que fizéssemos. Tanto a intensa progressão liberal quanto o intenso conservadorismo são muito militantes e muito raivosos. É assustador, mas é também estranho e ambos os lados ocasionalmente parecem se desviar para o absurdo. Por essas razões torna-se difícil fazer uma sátira. Algumas coisas que você vê por aí estão diretamente além da sátira. Elas ficariam desatualizadas em dois minutos, tudo está mudando muito rápido.”

No entanto, mesmo com a sua história se passando há mais de 100 anos, não pense que o Red Dead Redemption 2 fugirá de temas delicados como a igualdade de gênero e opressão racial. De acordo com Houser, o jogo que se passará no Velho Oeste aproveitará para passar algumas mensagens, mas nem por isso devemos esperar uma precisão histórica. Na opinião dele, fazer isso poderia resultar em um game “profundamente desagradável”.

Citar
“Aquela era uma época em que os movimentos femininos estavam começando. As mulheres começavam a questionar seu lugar numa sociedade que lhes era restrita e isso nos deu algumas personagens interessantes. Não estamos tentando entrar numa de que ‘ele é um homem negro, então deve falar desta forma e ela é uma índia, então deve falar desta forma.’ Estamos tentando sentir como eles são como pessoas.”

Os comentários feitos por Dan Houser servem para mostrar duas coisas: uma é que o GTA VI ainda deve estar bem longe de ser lançado, mesmo porque ele citou fugir da “era Trump”. E segundo que vivemos em tempos realmente sombrios, pois quando vemos empresas como a Rockstar ou a Ubisoft admitindo o risco de abordar temas políticos em seus jogos, é porque a situação realmente se tornou bastante inflamável.

Sendo assim, eu recomendaria o pessoal da Rockstar fugir do caldeirão que se tornou os Estados Unidos e ambientar o Grand Theft Auto numa fictícia cidade brasileira, algo que por sinal é um pedido antigo dos fãs por aqui. Pensando bem, talvez seja mais prudente eles continuarem cutucando o atual presidente americano e os seus opositores mesmo.

PS: o Red Dead Redemption 2 será lançado amanhã, dia 26 de outubro, com versões apenas para PlayStation 4 e Xbox One.




Via: Meiobit
Deus Não Está Morto!